Wonderful 101, um jogo bem diferente, quando colocamos o CD, parece ser mais um  jogo bobo daqueles que vamos apenas “fechar” e depois levar para a troca por um jogo com mais nome, mais depois de algumas horas de jogo, ele vai surpreender você.

A mecânica e bem diferente, você não controla um ou dois personagens e sim 101, podendo ate passar desse numero, ja que fora os heróis principais, você pode recrutar civis que salva pelas ruas da cidade. A ideia não foge muito do que seria os super sentais japoneses, todos os heróis tem uniformes e nomes, sim, eles se preocuparam em dar um nome para cada um deles, menos os civis, então você tem Wonder Red, Wonder Cheerleade, Wonder KunFu, Wonder Game e etc…

A historia esta bem clichê, mundo invadido por aliens e os heróis tem que impedir isso, mais a grande sacada esta na jogabilidade e como ele inova, todos os poderes devem ser desenhados no tablets e isso possibilita de você fazer muitos combos e combinações, quando mais heróis você usar para o poder, maior e mais forte ele aparece, sabe aqueles animes em que o herói segura uma espada do tamanho do mundo e acerta o o vilão do outro lado do mundo, então você faz isso, principalmente por que que todos os vilões são monstros ou robôs enormes, você realmente se sente pequeno no jogo.Sempre tem muita ação e muitos monstros para bater, e você pode colocar seus heróis na formação que você quiser, deste que todos fiquem juntos, você não apenas solta poderes, mais também constrói pontes, tanques, asa delta, partes de robôs e etc, você tendo heróis o suficiente você constrói de tudo no jogo.

Existem vários modos de jogar, incluindo um modo multiplayer aonde cada um controla seu time de heróis, podendo ser jogado ate 4 jogadores, fora as missões extras  e níveis que são liberados apos você terminar o jogo, realmente horas de diversão, vale a pena. Ele promete uma mecânica nova com muita diversão junto com as possibilidades que o Wii U oferece, com isso ele acaba sendo um dos poucos jogos a usar os recursos dos games de uma maneira que acabamos pensando “nossa, não imagino esse jogo em outro vídeo game”.