Nos dias 12 ha 14 de Julho, tivemos o maior evento de cultura POP/OTAKU da America Latina, o anime Friends.

Nesse ano, o evento não aconteceu apenas em São Paulo, mas teve uma edição conjunta no Rio de Janeiro. Isso por um lado foi bom, por que abriu a possibilidades para um publico maior, mas dividir o evento, tornou tudo mais caro, infelizmente para que isso fosse possível, notamos que a MARU Division teve que cortar um pouco do tamanho do evento.

A organização manteve a formula do ano passado para as atrações, focando em em conteúdo “old school”, como um mega palco com show do ultraman e a atriz Ayaka Komatsu famosa por participação em filmes, doramas e por fazer o papel da Sailor Vênus no teatro cosplay televisionado que atende pelo nome de Pretty Guardian Sailor Moon, exibido originalmente em 2003.

Visualmente o evento estava bem bonito, com salas temáticas ( exatamente as mesmas do ano passado) e com muitos cosplayers pelo o evento, afinal o que torna andar pelo o Anime Friends mais especial, é andar pelos o corredores e se surpreender com a toda a produção feita pelo o publico que vista a expo.

Apesar do apelo do publico, por coisas novas, como  My Hero Academia, que vai lançar um filme em live action, a MARU Division ainda investe em atrações antigas e até um pouco repetidas, talvez elas estejam preocupadas com o publico pagante, já que o valor do ingresso estourou esse ano, e estava R$ 200,00 o dia, o maior valor de um ingresso do Anime Friends até hoje.

Como sempre, a area que mais visitamos e apoiamos, foi o Artist`s Valley, é muito legal ver toda a produção de artistas independentes, infelizmente é algo muito pequeno dentro o evento, podemos dizer que a Comic Con tem essa area 5x maior, esperamos muito que esse incentivo a jovens artistas no Brasil fique maior.

A edição do Anime Friends 2019, não foi nada surpreende ou fora do que vimos o ano passado, infelizmente, sentimos que uma edição divida em 2 estados, atrapalhou mais do que ajudou, a falta de atrações mais jovens e uma reciclada nas salas temáticas também seria bem vinda. Isso com certeza vai diminuir a sensação de “de ja vu” que tivemos nessa visita.